SEMPRE MÚSICA . . .

domingo, 27 de janeiro de 2008

[] Andy Russell

Filho de imigrantes mexicanos, nasce em 1919 e ainda adolescente começa a cantar com a banda de Don Ramón Cruz, conhecido músico local da época. Ainda se chamava Andrés Rabago Pérez.

No início dos anos 40 muda o nome para alguma coisa mais americanizada e começa a ficar popular, cantar com várias bandas e se apresentar no rádio, até então a grande mídia, e de certa forma praticamente a única.

Estas apresentações no rádio lhe dão uma grande popularidade, tanto é assim que no ano seguinte ele tem seu próprio programa, “Old Gold Show.

Em conseqüência desta popularidade, assina um contrato com a grande “Capitol” e seu primeiro hit, “Besame Mucho”, entra na parada de sucessos por um bom tempo. O ano era 1944.
No mesmo ano Andy grava outra música, que viria a ser um hit, e não somente isto, se transformaria em um de seus maiores sucessos e seria sua “assinatura” musical: “Amor”...

É desta mesma época outro enorme sucesso de Andy, “What a Difference a Day Made” (Quando vuelva a tu lado).

E assim, um sucesso após o outro e uma popularidade cada vez maior, fizeram com que o pessoal da emissora de rádio pedissem para que Andy ficasse no lugar de Frank Sinatra, que acabou voltando para o programa somente um ano depois, em 1947.

No início dos anos 50, Andy vai para a televisão, que é a nova mídia que invade as casas dos americanos e se apresenta no “Your Show of Shows” da NBC, mas continua com suas gravações de discos em estúdio.

Mas em 1952 suas músicas não fazem aquele mesmo sucesso de antes, já não coloca tantas canções nas paradas de sucesso e a “Capitol” perde um pouco o interesse nele como um “fabricante” de hits e sucessos como vinha sendo até então.

Ale disso, o rock ‘n roll estava tomando conta do gosto popular e roubando uma enorme fatia da preferência e das vendas de discos, além de se tornar uma ameça para a maioria dos “pop singer”...

Mas Andy descobriu com alegria, então, que seus fãs mexicanos e de língua espanhola ainda lhe eram fiéis, e sendo assim, começou a dedicar seu tempo artístico a seus fãs de origem latina.

Na metade dos anos 50 ainda grava eventualmente para a RCA Victor, e no final da década vai morar na Cidade do México e depois na Argentina, onde tem uma receptividade bastante grande e comandou um show de variedades na televisão por mais de 7 anos.

Na metade dos anos 60 volta para os Estados Unidos e para a Capitol, onde grava vários LP’s e alguns discos especiais para o mercado argentino, que recebeu muito bem esta nova produção de Andy.


Apesar de continuar em franca atividade, tanto de shows como de gravações e tv, no final da década de 80 Andy estava praticamente esquecido do grande público.

Retira-se de cena e em 1992 morre em conseqüência de um infarto.


De sua época áurea da Capitol, tenho aqui da série Great Gentlemen of Song = Spotlight on... Andy Russell , com músicas gravadas entre 1943 e 1947:


@ Too marvelous for words
@ Pretending
@ The very thought of you
@ I cried for you
@ Besame mucho
@ Imagination
@ They say it’s wonderful
@ Don’t blame me
@ Easter parade
@ Amor
@ Let’s fall in love
@ Laughing on the outside
@ I’ll see you in my dreams
@ What a difference a day made
@ Yours
@ Anniversary song
@ Always
@ Goodnight my love

(@) selo Capitol, 1995, Importado





2 comentários:

Otávio disse...

Este com certeza eu não conheço mesmo. Então como se dizia antigamente, som na caixa Roberto!

odilon disse...

Imagina a qualidade do cara para escantear o Frank Sinatra e madá-lo para geladeira por um anos. Pena que a ganância das gravadoras afastou, momentaneamente, dos seus fãs.