SEMPRE MÚSICA . . .

terça-feira, 6 de novembro de 2007

[] Quem tem medo de Nina Hagen?

Outro dia um amigo me mostrou o mais recente cd de Nina Hagen. Fiquei surpreso com o que ouvi,mesmo sabendo do grande preparo que ela tem no campo musical.

O disco é uma bela mistura de standards americanos cantados em inglês e canções de cabaré, cantadas num alemão gutural que lembra muito de perto Marlene Dietrich e Zarah Leander.

Você tem a impressão de estar ouvindo uma dona de bordel-café em algum arrabalde de Berlim cantando com uma voz rouca, meio suja, de quem bebe conhaque vagabundo e fuma cigarros baratos.

“Irgendwo Auf Der Welt” é o nome do seu mais recente trabalho,gravado em 2006 e o título quer dizer qualquer coisa como “Em qualquer parte do Mundo”.

Neste cd ela canta coisas eternas como “Over the Rainbow”,
“Serenade in Blue”, o clássico dos irmãos Gershwin
“Summertime”, tudo isto com uma big band das melhores épocas do jazz, sem falar nas típicas canções de cabaré teatralizado acompanhada por um piano estupendo.

Foi de certa maneira uma enorme surpresa, pois querendo ou não,a maioria de nós guardou e cristalizou a imagem dela como a de uma roqueira louca como se fosse uma Viking com sobrancelhas de diabo...

Portanto para quem gosta, fica aí a dica e como só tem a edição importada, pode-se tentar a “pirataria chic”, aquela legal – no sentido jurídico - e procurar um bom site que disponibilize o material.

Vale a pena tentar.

4 comentários:

odilon disse...

Graças a uma cortesia de cd também tive a oportunidade de escutar ela cantando. Realmente muito bom. As cançoes em alemão foram as preferidas.

Quanto ao medo acho que, dependendo do que rolou na época, talvez o Supla tenha.

Otávio disse...

Parabéns Roberto pelo lançamento do blog. Ficou bem legal.

Que bom saber que esta senhora (com certeza Catharina é uma senhora agora), não parou naquela loucura do tempo em que a conheci, Rock in Rio 85. Lembro-me bem dela cantando um rock pesado com uma voz super possante e vestida de Maria Antonieta. A figura impressionava muito e foi uma das atrações mais cativantes do evento. No dia seguinte o comentário era geral, quem era aquela doida?

Com referência ao medo, se fosse naqueles tempos eu diria, eu tenho medo de Nina Hagen!!!

Anônimo disse...

ei aqui e uma gravadora

Anônimo disse...

estou a procura de uma gravadora podem me ajudar