SEMPRE MÚSICA . . .

terça-feira, 20 de novembro de 2007

[] Julie London

Outra atriz e cantora que marcou época no cinema, disco e tv, foi sem dúvida Julie London.

Nascida Gayle Peck em 1926, foi descoberta pela mulher do ator Alan Ladd, quando trabalhava como ascensorista.
Seu primeiro filme foi em 1944, e no começo de sua carreira ela não cantava nos filmes...os discos vieram logo depois.

Fez quase 30 filmes, estrelou 2 seriados que entraram para a lista de clássicos da tv, como “Big Valley” de 1967 e “Emergência” que durou de 1972 a 1979, onde representava a enfermeira Dixie McCall.

Como cantora gravou 32 LP’s, e apresentava-se em locais elegantes e nos melhores night-clubs.
Dona de um estilo peculiar, de voz suave e rouca, que o americano chama de “smoky voice”, sempre dava a impressão de quem estava contando um segredo quando cantava... como quem troca confidências com você e só com você.

Além do fato de ser uma mulher belíssima e elegante, Julie criou um estilo próprio. Sexy sim, mas longe de ser vulgar; sensual, e intimista.

Foi quem lançou “Cry me a River” em 1955, composta para ela por seu amigo e colega de aula Arthur Hamilton.
Aqui no Brasil esta música talvez seja mais conhecida através da clássica interpretação de Dinah Washington; mas no resto do mundo, “Cry me a River”é “a música da Julie London”...

Em 1995 Julie sofreu um derrame cerebral e sua saúde foi piorando gradativamente até morrer em 2000.

No cd “Julie is Her name” vol.1 e vol.2, ela canta acompanhada somente por uma guitarra e um baixo, criando um clima pra lá de intimista, elegante e confidencial.
Você tem a impressão de que ela está na sala de sua casa, ensaiando as músicas para uma apresentação logo mais à noite...

cry me a river @ I should care @ I’m in the mood for love @
I’m glad there’s you @ can’t help lovin’ that man @ I love you @ say it isn’t so @ it never entered my mind @ easy street @ ’s wonderful @ no moon at all @ laura @ gone with the wind @ blue moon @ what is this thing called love @ how long has this been going on @ too good to be true @ spring is here @ goody goody @ the one I love @ if I’m lucky@ hot toddy@ little white lies @ I guess I’ll have to change my plan @ I got lost in his arms.

São 25 músicas que mostram o personalíssimo estilo de Julie London; estilo que até hoje continua inspirando muitos jovens artistas em qualquer parte do mundo.



Um comentário:

odilon disse...

Que me desculpe a Dinah Washington, principalmente no dia de hoje, mas para mim também "Cry me a river" é a música da Julie London.