SEMPRE MÚSICA . . .

terça-feira, 13 de novembro de 2007

[] Anita Ellis, A Dona da Voz

Quase todos aqueles que gostam de cinema já ouviram falar em Rita Hayworth. E nem é preciso ter quase 100 anos para saber que ela fez um filme chamado “Gilda”.

Também não é preciso ter mestrado em Cultura Geral Inútil para saber que neste filme, um “noir” de 1946, ela fez o que a maioria dos críticos de cinema consideram uma das cenas mais eróticas de todos os tempos: Ela simplesmente tirou uma luva comprida, enquanto cantava “Put the blame on Mame”… pois sua personangem era uma cantora de “night club”. Vem daí a famosa frase "nunca houve uma mulher como Gilda" !

A foto desta cena, praticamente virou a imagem oficial de Rita Hayworth.

O que talvez pouca gente saiba, é que neste filme a voz que canta não é dela e sim de ANITA ELLIS, cantora canadense nascida em 1920 e que na época era considerada uma das melhores intérpretes para cenas como estas.

Neste filme ela também deu voz a Rita em “Amado mio”, emprestou suas interpretações também para outras atrizes em vários outros filmes, como Shelley Winters, Vera Ellen e Jeanne Crain. Este cd, chamado “Out in Front” é uma bem sucedida transcrição dos standards das melhores interpretações de Anita.

São 24 músicas e entre elas é bom destacar:
They can’t take that away from me = More than you know = Amado mio = Put the blame on Mame = Stardust = Someone to watch over me = Oh,but I do ! = Come rain or come shine = For sentimental reasons = A garden in the rain =…apenas para citar as mais conhecidas.

O cd é importado, do selo “Soundies”, e tem mais de 60 minutos de excelentes músicas.

Um comentário:

odilon disse...

Além da voz especial ela deveria ter um controle de timbre fantástico pois não imagino uma voz semelhante a da Gilda para qualquer personagem da Shelley Winters.